Quando, há três anos, aqui escrevi sobre como o título do Benfica ofuscou as celebrações dos 40 anos do 25 de Abril, longe estava de pensar que o superlativo dos três F’s da nossa cultura iria ocorrer tão pouco tempo depois.

O Benfica garantiu que o seu 33º título de campeão ofuscasse o 40º aniversário do 25 de Abril, que certamente não encherá o Marquês nem a Boavista e, também é certo, não encherá a programação da TV e rádios como o verdadeiro “ópio do povo” fez e ainda faz.