A cada 11 de Setembro que passa (desde 2001), recordo o aniversário do sangrento dia que os Estados Unidos querem esquecer e do qual são sobejamente conhecidas as responsabilidades da CIA no seu desfecho.

Faz agora 2 anos que, após aceitar um desafio da Equipa P3 (obrigado, Amílcar e Andréia), me aventurei a adivinhar o que seria o dia de hoje, 22 de Setembro de 2015, data do 4º aniverário do P3.

O poema “Truca-Truca” (também conhecido por “O acto sexual é para ter filhos – diz ele“) foi declamado a 3 de Abril de 1982, durante o primeiro debate parlamentar sobre a interrupção voluntária da gravidez.

Aos olhos do Banco Mundial para 2014, Portugal melhorou seis posições no ranking do que mede a facilidade de fazer negócios em cada país, ao subir do 31º para o 25º lugar.

Tinha eu tanto tempo no mundo quanto o tempo que estive na barriga da minha mãe, esses respeitosos nove meses, quando se deu a “Revolução dos Cravos”.

Estamos no Verão de 1937, mas precisamente a 21 de Julho e em plena Ditadura Nacional, quando o primeiro-ministro e ministro das Finanças, António de Oliveira Salazar, decreta oficialmente a introdução do teclado de escrita “HCESAR”, apresentando-o como o “Teclado Nacional”.